4 Dicas de Mindset para melhorar a sua forma de pensar

De acordo com Carol Dweck, especialista em psicologia e professora da Universidade de Standford, a sua mentalidade condiciona seu comportamento e pode produzir barreiras que te impedem de ver as coisas de uma forma diferente.

Quando entendemos como o mindset funciona, podemos começar a pensar quais as transformações que ele pode proporcionar nas nossas vidas. Para isso, você vai precisar primeiro identificar qual é o mindset que orienta a sua vida. Depois, é necessário entender como ele funciona, para, então, começar a desconstrução dele.

1. Aprenda a apreciar o erro

Desde cedo somos ensinados a repudiar o erro. Na escola, somos punidos com notas menores quando não correspondemos a uma expectativa do professor. Muitas vezes, essa lógica faz associar sentimentos e pensamentos maus ao erro.

O problema disso é que o processo de aprendizagem não é feito só de acertos. O erro é parte importante do processo de aprendizagem, e, fugir dele faz com que a gente perca muitas lições na escola e na vida.

Dweck sugere que mudemos a nossa relação com o erro. Quando algo não der certo, afaste o  fantasma do fracasso, dê um passo para trás e analise a situação. Em vez de pensar que está tudo perdido, diga para si mesmo: Ainda não deu certo. Ainda não.

O erro é uma parte do caminho. Em vez de se envergonhar, procure aprender com esse erro. O que acontece? O que eu fiz de errado? Como posso pensar em soluções para tentar de novo?

2. Ame o processo e não o prêmio

A procura de uma validação das nossas capacidades é uma marca registrada da mentalidade de nosso tempo. Você quer se sentir vitorioso. Isso não é exatamente um obstáculo. Esse desejo de sucesso pode atrapalhar apenas quando ele te impede de aproveitar o processo.

Será que a única recompensa é o que você alcança no final?

As grandes conquistas da vida das pessoas não acontecem de um dia para o outro. Quando a pessoa “chega lá” é porque se permitiu caminhar por anos e anos. Entender o processo de construção das coisas, que vai muito além do agora, do imediato, é essencial para mudar a sua mentalidade.

Quando damos o melhor de nós apenas a pensar no prêmio que está na linha de chegada, podemos desanimar facilmente. As dificuldades começam a surgir, os erros começam a acontecer e, se você não está consciente do processo, do longo caminho que está a enfrentar, é provável que desista.

3. Adote a mentalidade de crescimento

Procure algo novo e desafiador para se dedicar. Sabe, às vezes precisamos de novos problemas na nossa vida… Algum grande objetivo, que traz reviravoltas, que não é sempre gratificante, que te permite viver o bom e o mau da vida.

Essas jornadas costumam proporcionar crescimento. Erros e acertos fazem com que você se aprimore, esteja sempre melhorando. Sair da zona de conforto tem a ver com enfrentar medos também.

4. Esquecer os rótulos

O que você diz de si mesmo, e das outras pessoas ao seu redor, facilmente se transforma num rótulo aprisionador. Repetir coisas como: “sou tímido”, “sou desorganizado” ou “sou ansioso”, tem o seu lado bom e um lado mau…

Veja, até que ponto continuar repetindo essas coisas não reforça justamente essas características em si? Se ser assim realmente te incomoda, talvez seja a hora de parar de se identificar com isso. Conhecer a si mesmo é ótimo, o autoconhecimento traz mais segurança, mas esse saber pode ser um ponto de partida para a mudança e não uma forma de continuar a fazer mais do mesmo.

Conteúdos Grátis!

Subscreve a Newsletter para receberes todos os conteúdos Grátis no teu email, bem como ofertas especiais!
CONFIRMAR
Respeitamos a tua privacidade!
close-link